Junho de 2013

Notícias de junho de 2013

 

Quermesse na Paróquia N. Sra. de Lourdes, SP

 

festa junina nslourdes 200TRADICIONAL QUERMESE NA PARÓQUIA AGOSTINIANA RECOLETA NOSSA SENHORA DE LOURDES EM SÃO PAULO-SP.

 

Paróquia Nossa Senhora de Lourdes

São Paulo-SP
 
TRADICIONAL QUERMESSE NA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE LOURDES (Rua Brentano, Vila Hamburguesa, Lapa, São Paulo-SP).


A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes convida:

Quermesse em Junho-2013

 
Como acontece tradicionalmente, a quermesse desta ano ocorrerá nos dias 01, 02, 08, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de Junho. Além das barracas de pratos típicos, haverá jogos para as crianças e jovens. Todas as noites haverá uma banda se apresentando no palco do Salão Paroquial. Venha e traga toda a Família!

Veja abaixo a programação. Contamos com você!

Barracas com Comida Típica, Pizza, Pastel, Espetinho de Frango, Churrasco,
Caldo Verde, Cachorro Quente, Bolinho de Bacalhau, Quentão, Vinho Quente.
 
Para a diversão das crianças, adolescentes e jovens: Barraca da Alegria e Carrinhos Bate Volta.

 
Shows no Salão Paroquial
Dia 01 Junho
 – Sábado – Banda Virados da Lua
Cel. (11) 7772-8167 – Vanessa
 
Dia 02 Junho – Domingo – Banda Nova Authoria
Tels: (11) 3644-7501 / (11) 9.7336-4077 – Adriane
 
Dia 16 Junho – Domingo – ShowSom – Toninho Nascimento
Tel: (11) 3694-0470 – Yolanda/Toninho – O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 
Dia 22 Junho – Sábado – Regional Alvorada
Tel (11) 3022-3492 – José Lodetti
 
Dia 23 Junho – Domingo – Show Rubens Mariano
Tel (11) 9.9490-3392 – Rubens Mariano – www.rubensmariano.com.br
 
Dia 29 Junho – Sábado - Shows com apresentações de:
Caliandra - Tel (11) 9.8119-2924 – e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 
Noite Runner – Apresentação de Professores e Alunos da Academia Runner
Tel (11) 3835-4001 – www.runner.com.br – Facebook: Runner Leopoldina
 
Dia 30 Junho – Domingo – Trio Salamantra + Erica
Cel (11) 9.9145-4761 – Natália

______________________________________________________________ 

Faleceu dom Olávio Lopes Duque, OAR 

olavio lopes 200FALECIMENTO DE DOM OLÁVIO LOPES DUQUE, OAR: VIGÁRIO GERAL DA ARQUIDIOCESE DE BOGOTÁ – COLÔMBIA E BISPO EMÉRITO DE CASANARE.


Província Nossa Senhora da Candelária
Bogotá-Colômbia
Estamos de luto: no dia 11 de junho de 2013 faleceu, na cidade de Bogotá - Colômbia, nosso querido e amado professor de Sagrada Escritura, o bispo, Dom Olávio Lopes Duque, OAR. Seu sepultamento será no cemitério do mosteiro agostiniano recoleto Desierto de la Candelária - Ráquira, Boyacá.

"Ecce Sacerdos magnus, qui in diebus suis placuit Deo et inventus est iustus"
Eis o grande Sacerdote que nos dias de sua vida agradou a Deus e foi encontrado justo (Cfr. Sir 50, 1; 44, 16-17. 22).

São estas as primeiras palavras que me vêm espontaneamente aos lábios no momento em que recebi a notícia da páscoa de Monsenhor Olávio Lopes. Na verdade, ele foi grande Sacerdote, insigne por piedade religiosa, exemplarmente fiel no serviço à Santa Igreja e no ministério e na prática da caridade cristã.

Sábio e Grande Biblista!!! Quantas saudades de nossas aulas sobre as cartas de São Paulo, Evangelhos de Lucas e João, Atos dos Apóstolos... com Monsenhor Olavio Lopes. Muitíssimo obrigado!
Frei Wagno Broedel Palma – OAR
Província Santa Rita de Cássia – Brasil

______________________________________________________________

Festa de São João Batista em Muqui, ES

festa jbatista 200MUQUI EM FESTA: VIVA JOÃO BATISTA, VIVA O PRECURSOR!

 
Paróquia São João Batista
Muqui-ES

 

Este mês de junho foi muito especial para a PARÓQUIA AGOSTINIANA RECOLETA SÃO JOÃO BATISTA EM MUQUI-ES, pois celebraram a festa de seu padroeiro. Foi um tempo de alegria e fraternidade para toda comunidade.

Frei Gracione, Dom Dario e Frei Agostinho
 
As festividades tiveram início dia 15 de junho e terminaram no dia 24 de junho com a solene celebração eucarística da Natividade de São João Batista, presidida pelo bispo diocesano Dom Dario, ofm.

Além da grande festa litúrgica, outros eventos com A TRADICIONAL QUADRILHA DO EAC e um SHOW COM A BANDA ROSA DE SARON, completaram a festa.

Que SÃO JOÃO BATISTA, o maior daqueles nascidos de mulher, interceda por todos nós.
 
Acesse o site da paróquia e veja mais fotos da festa:http://www.paroquiasjbmuqui.com.br/
 



______________________________________________________________

Faleceu dona Rosa, mãe de frei Alcimar 

mae 200Província Santa Rita de Cássia
Brasil

Faleceu no dia 16 de junho, em Castelo–ES, a Dona Rosa Fioresi, mãe deFrei Alcimar, OAROremos ao Senhor da Vida que conforte a nosso irmão Frei Alcimar e aos seus familiares. O sepultamento será em Pindobas (Venda Nova do Imigrante-ES). Que a nossa irmã Rosa Fioresi e todos os nossos irmãos defuntos descansem em paz. Amém.

______________________________________________________________

Papa Francisco mantém brasão e lema de arcebispo

 

escudo 200Cidade do Vaticano
Roma-Itália

 

 

 

PAPA FRANCISCO MANTÉM O BRASÃO E O LEMA DE ARCEBISPO, EVOCANDO A CENTRALIDADE DE CRISTO, JUNTAMENTE COM A VIRGEM MARIA E SÃO JOSÉ.

 

 

 

brasão e o lema do Papa Francisco, para o seu pontificado, são os  símbolos que usou enquanto cardeal e arcebispo de Buenos Aires. “No essencial, o Papa Francisco decidiu manter o seu brasão anterior, escolhido desde a sua consagração episcopal e caracterizado por uma linearidade simples”, refere um comunicado da Santa Sé, divulgado pelo Padre Lombardi, em encontro com os jornalistas.

 

escudo 434

 


 

        O brasão contém um escudo azul coberto pelos símbolos da dignidade pontifícia (mitra entre chaves de ouro e prata entrecruzadas, unidas por um cordão vermelho), com o monograma com as letras do nome de Jesus em latim (IHS), monograma proposto por São Bernardino de Sena (séc. XV) e adotado por Santo Inácio de Loyola (séc. XVI) como emblema da Companhia de Jesus. Por baixo, no brasão de Papa Francisco, uma estrela e uma flor de nardo, simbolizando, respetivamente, Nossa Senhora e São José (patrono da Igreja, neste caso representado de acordo com a iconografia hispânica).
O lema, “miserando atque eligendo”, evoca uma passagem do Evangelho segundo São Mateus: “olhou-o com misericórdia e escolheu-o”. A expressão é retirada de uma homilia de São Beda o Venerável (séculos VII-VIII), e corresponde a “uma homenagem à misericórdia divina”. Este lema e “programa de vida” evoca um episódio da vida do Papa argentino, que na festa de São Mateus, em 1953, “experimentou, com 17 anos de idade, de um modo muito particular, a presença amorosa de Deus na sua vida”. “A seguir a uma confissão, sentiu o seu coração ser tocado e percebeu a descida da misericórdia de Deus, que com olhar de terno amor o chamava à vida religiosa, no exemplo de Santo Inácio de Loiola”.

______________________________________________________________

PObra mísitica de Madre Mariana de São José será publicada

 

madremaria01 200Cúria Geral da Ordem dos Agostinianos Recoletos
Roma-Itália

 

 

 

A OBRA MÍSTICA DA MADRE MARIANA DE SÃO JOSÉ,

 

SEGUNDA SANTA TEREZA, SERÁ PUBLICADA EM 2014.

 

 

Os escritos da fundadora agostiniano-recoleta Mariana de São José foram coligidos e impressos pouco depois de sua morte, ocorrida dia 15 de abril de 1638, há exatamente 375 anos. Hoje são encontradas em poucas bibliotecas. Agora se pretende pô-los ao alcance do público em geral através de uma edição crítica que virá à luz em 2014 na editorial BAC (Biblioteca de Autores Cristianos) da Conferência Episcopal Espanhola.

 

Madre Mariana conta como santa Teresa a abençou quando, sendo ela ainda uma criança, se encontraram. Poder-se-ia pensar que, com aquela bênção, a Santa Doutora transferiu para a futura fundadora recoleta alguns de seus dons místicos. Entre ambas reformadoras castelhanas há um claro paralelismo também em sua obra escrita: assim como santa Teresa, madre Mariana escreveu uma autobiografia, umas constituições, um comentário ao Cântico dos cânticos e um epistolário. Mais ainda, a altura mística das duas é equiparável, conforme avaliação dos especialistas.

 


Mística, reformadora e fundadora

 

Às primeiras horas do dia 15 de abril de 1638 falecia em Madri, rodeada de suas monjas, madre Mariana de São José. No registro civil seu nome era Mariana de Manzanedo y Maldonado. Quando criança chegou a conhecer santa Teresa de Jesus. Nasceu onde a Santa de Ávila morreu: em Alba de Tormes, Salamanca (5 de agosto de 1568). E, como Madre Teresa, se tornou monja para ser mais tarde reformadora e fundadora.

 

A recoleção ou reforma dos agostinianos havia sido decidida em Castela, tanto para o ramo masculino como para o feminino, em 1588. No ano seguinte foi fundado o primeiro convento recoleto masculino, em Talavera de la Reina (Toledo), e se fez entre as monjas uma primeira experiência patrocinada por santo Alonso de Orozco. Este ensaio não chegou a ter o efeito esperado, razão pela qual, nos inícios do século XVII, o provincial Agustín Antolínez fez nova tentativa. Seguindo suas instruções, no dia 16 de abril de 1603, madre Mariana saía de seu convento de agostinianas de Ciudad Rodrigo (Salamanca) a caminho da primeira fundação recoleta, em Éibar (Guipúzcoa). Depois desta viriam outras: as de Medina del Campo (1604), Valladoli (1606), Palencia (1610) e, finalmente, Santa Isabel (1611) e La Encarnación (1612), estes últimos em Madri. Neles, Madre Mariana gozou do apoio incondicional do rei Felipe III e de sua esposa dona Margarita, que fundaram e dotaram os dois conventos.

 

Pessoalmente, madre Mariana de São José só fundou meia dúzia de conventos, embora durante sua vida tenha orientado a fundação de outros vários. Atualmente, ela é vista como Madre Fundadora. Cerca de 500 monjas agostinianas recoletas repartidas por 46 mosteiros localizados na Espanha, no México, Estados Unidos, Brasil, nas Filipinas e no Quênia esperam ansiosas pela divulgação de suas obras.

 

madremaria01 650
Madre Mariana de São José

______________________________________________________________