O Prior Geral

miguel miro miro 200Frei Miguel Miró Miró

Homem simples, muito próximo aos irmãos da comunidade, profundamente humano, de profunda religiosidade, amante de tudo o que é recoleto, desde muito cedo frei Miguel ocupou postos de responsabilidade, o que soube cumprir fomentando o trabalho em equipe.

Sua eleição aconteceu no dia 10 de novembro de 2010 no 54º Capítulo Geral da Ordem.

Frei Miguel Miró Miró nasceu em Vinebre (Tarragona, Espanha) no dia 2 de setembro de 1949. Professou seus votos religiosos na Ordem dos Agostinianos Recoletos no dia 10 de agosto de 1975 em Monteagudo (Navarra, Espanha). Foi ordenado sacerdote em 28 de agosto de 1978 em Lodosa (Navarra). 

 

Pertence à Província São Nicolau de Tolentino. Antes de entrar na Ordem formou-se arquiteto técnico em 1971 na Escola de Arquitetos Técnicos de Barcelona.

 

Realizou os estudos eclesiásticos em 1978 no Centro de Estudos Teológicos dos Agostinianos Recoletos em Marcilla (Navarra), e é licenciado em Teologia Espiritual desde 1997 pela Universidade Gregoriana de Roma.

 

Até o ano de 1995 sua vida religiosa transcorreu sempre trabalhando na formação na Espanha. Foi formador em Lodosa (1978-1982), Fuenterrabía (1982), Valladolid (1983-1984) e Lodosa (1984-1988), foi mestre de noviços (1988-1991) na casa noviciado de Monteagudo (Navarra) e mestre de professos (1991-1995) no teologado de Marcilla (Navarra).

 

Em 1995 mudou-se para Roma para estudar Teologia Espiritual. No ano de 1997 foi eleito Prior Provincial da Província São Nicolau de Tolentino, sendo reelegido no Capítulo Provincial de 2000. Foi nomeado Prior da comunidade de Marcilla em 2003 e no Capítulo Geral celebrado em Roma no ano 2004 foi eleito vigário geral, cargo que desempenhou até o Capítulo Geral de 2010 quando foi eleito Prior Geral. 

 

Desde a sua eleição como Prior Geral, frei Miguel reside na Cúria Geral, em Roma, quando não está exercitando suas responsabilidades de visitar as comunidades da Ordem em todo o mundo.

 

 

 

durante 54capitulo 150

Durante

a celebração

do 54º

Capítulo Geral

 

A visita de renovação

 

A Visita de Renovação tem como finalidade principal conhecer o estado da comunidade, confirmar mais plenamente a vida religiosa, a caridade e a união entre todos os irmãos, além de corrigir possíveis abusos.

 

O visitador há de procurar, com todo o empenho, conseguir estes bens e deixar em todas as partes, depois da Visita, o bem da paz.

 

O Prior Geral resolve, durante a visita, o que julgar mais conveniente diante do Senhor. Terminada a Visita, ele faz um relatório dirigido a seus respectivos Conselhos sobre o que observaram e determinaram na Visita.

heart book color 150

Agostinianos 
Recoletos:

uma só alma
e um só coração
dirigidos para Deus

O Capítulo Geral

 

De seis em seis anos a Ordem dos Agostinianos Recoletos celebra seu Capítulo Geral, acontecimento sumamente importante para nossa vida comunitária de cada dia e para nosso devenir histórico.

 

O Capítulo Geral, além de ser a autoridade suprema de toda a Ordem (cf. Constituições 336), é um momento de graça e crescimento comunitário para todos os religiosos.

 

Todas as luzes, fortalezas e logros conseguidos são obra de toda a Ordem, assim como as sombras, debilidades e possíveis fracassos também o são.

 

O informe prévio ao Capítulo 53, elaborado pelo Prior Geral, deixa claro que os religiosos são o melhor patrimônio da Ordem, família religiosa cujos membros vivem em comunidade de irmãos, desejam seguir e imitar Cristo buscando a verdade e servindo a Igreja (cf. Const. 6).

 

Os Agostinianos Recoletos formam uma família que busca "ter uma só alma e um só coração dirigidos para Deus". (Regra de Santo Agostinho 1, 2).

 

A família agostinana pede ao Senhor que todo dia seja uma oportunidade de graça para que a própria vida em comunidade seja uma fonte de renovação e impulso para seguir cumprindo Sua Vontade.

santo agostinho 03 150

Santo
Agostinho
:
pai espiritual dos
Agostinianos
Recoletos

santo agostinho 04 150

 

vocabulario 650

Constituições: Documento que encorpora o carisma e a teologia de uma comunidade religiosa e estabelece normas para governar sua vida e suas atividades. Uma constituição religiosa precisar ser aprovada pela Santa Sé e, uma vez aprovada, só pode ser modificada pelo Capítulo Geral da comunidade. No caso dos Agostinianos Recoletos, a comunidade é a Ordem.

Conselho/Cúria: uma equipe de aconselhamento para o Prior Geral para ser consultado em certas decisões como prescrito nas Constituições.

Prior GeralÉ a cabeça suprema da Ordem e de seus religiosos tendo em vista o bem-estar de todos. Suas responsabilidades estão claramente definidas nas Constituições. Entre elas está a de tomar decisões, juntamente com seu conselho, que afetam toda a Ordem e seus membros.

Capítulo Geral: ele incorpora o governo supremo de uma Ordem. Entre os Agostinianos Recoletos, o Capítulo Geral se reúne a cada seis anos para trabalhar em favor da Ordem, cujo patrimônio principal são os seus membros.

Visita de renovação: uma responsabilidade entre os agostinianos recoletos a ser cumprida tanto pelo prior provincial (uma vez a cada termo em sua respectiva província) e pelo prior geral (uma vez a cada seis anos, duração de um mandato).

...

Prior Provincial : O superior regional cuja autoridade e responsabilidade se extendem a todas as casas de um província específica. Seus deveres estão, também, claramente definidos nas Constituições.

Formador: o religioso designado pela comunidade para acompanhar os vocacionados em sua formação incial.

Formação: termo que se refere à preparação dos vocacionados para a vida religiosa e sacerdotal (formação inicial) e a contínua busca no crescimento constante durante toda a vida (formação permanente). A formação engloba o desenvolvimento físico, emocional, intelectual e espiritual dos formandos e freis.

Profissão: é a declaração pública e livre dos votos de castidade, pobreza e obediência como ato de consagração a Deus por meio da comunidade religiosa. A profissão pode ser simples (temporária) ou solene (permanente, definitiva). Na tradição dos Agostinianos Recoletos, primeiramente se faz os votos simples por um período de no mínimo três anos para então, de comum aprovação, abraçar definitivamente a vida religiosa com os votos solenes.

Aspirante/Postulante: aqueles que estão nos estágios iniciais de ingresso na Ordem por meio de uma de suas oito províncias. Depois do acompanhamento vocacional, o candidato vive um período de tempo no seminário onde ele aprende sobre a comunidade e a comunidade aprende sobre o candidato.