Perspectivas

miguel miro perspectivas 200Nós, os agostinianos recoletos, estamos imersos na sociedade atual que vive em constante mudança. Nela a crise humana, espiritual e econômica que a afeta, está unida a valores positivos e novas possibilidades de evangelização.

"A crise nos obriga a revisar o nosso caminho, a impor-nos regras novas e encontrar novas formas de compromisso, a apoiar-nos em experiências positivas e rejeitar as negativas. Assim, a crise torna-se ocasião de discernimento e elaboração de nova planificação. Com esta chave, feita mais de confiança que resigniação, convém enfrentar as dificuldades atuais".

Bento XVI, Caritas in Veritate, 21

< O Prior Geral da OAR, frei Miguel Miró Miró

 O 54º Capítulo Geral propôs à toda a Ordem o objetivo de revitalizar a Ordem a partir da nossa identidade carismática, para responder com audácia aos desafios da nova evangelização. Para consegui-lo, o mesmo Capítulo pediu iniciar um processo de revitalização e reestruturação, um processo que requer o encontro pessoal com Cristo, a conversão do coração e a colaboração de todos os religiosos da Ordem para preparar juntos um projeto de vida e missão que nos faça sentir-nos em comunhão mais plena, e que nos anime a ver o futuro com renovada esperança.

O Prior Geral, seguindo as Ordenações do Capítulo, anunciou oficialmente este processo e constituiu a comissão responsável pelo mesmo. A comissão, em sua primeira reunião de 7 a 10 de julho de 2011, propôs um plano de trabalho em três etapas:

cap prov perspectivas 200uma primeira, de mentalização e reflexão;

a segunda, de estudos e consultas a todos os religiosos a fim de conhecer a realidade das províncias e comunidades; e

uma terceira, de propostas concretas de revitalização e reestruturação feitas a partir da síntese de todos os estudos, informes e consultas realizadas. Esta síntese e proposta serão apresentadas ao conselho geral dia 1º de setembro de 2014.

Na segunda reunião da comissão, realizada no Deserto da Candelária (Colômbia) de 27 a 30 de janeiro de 2012, fizemos uma avaliação das atividades desenvolvidas na primeira etapa, e consideramos oportuno passar logo para a etapa seguinte. Ao mesmo tempo em que continuamos com o estudo e a reflexão dos documentos, percebemos a necessidade de realizar, como pedia o capítulo geral, uma análise da realidade de nossas comunidades, das províncias e da Ordem.

Pedimos, portanto, a colaboração dos irmãos neste instrumento que nos ajudará a conhecer nossa situação com base na estatística e nos valiosos dados oferecidos por todos. A síntese deste estudo será comunicada aos religiosos. A partir destes resultados, se fará uma consulta a todos os religiosos para conhecer suas propostas de revitalização e reestruturação. Em cada ponto da análise se pede uma visão a partir destas três dimensões: fortalezas, debilidades, e oportunidades de revitalização.

Comissão do processo de revitalização e reestruturação da Ordem

cap prov perspectivas 400

Toda a Província, através da participação de cada um de seus religiosos, participa do processo de revitalização e reestruturação da Ordem