8 de maio: Nossa Senhora da Graça

graca00a
Dia 8 de maio a Igreja celebra Nossa Senhora da Graça
Dia 11 de novembro a Igreja celebra Nossa Senhora das Graças

 


>

graca01

A Virgem Maria, mãe
da fonte da graça,
o próprio Jesus Cristo

...

A Ordem dos Agostinianos, desde as suas origens, devota um amor filial à Mãe de Deus.

 

Uma das devoções muito apreciada pelos frades Agostinianos Recoletos é a de Nossa Senhora da Graça.

...

graca02

Do momento em que 
o anjo saudou 
Maria, dizendo: 
"Ave, Maria, 
cheia de graça!
", 
a Virgem tornou-se
nossa Mãe da graça

graca00f
 

Saiba Mais: Santo Agostinho e a graça (clique aqui)

linha 650

graca00b

O título Mãe (Nossa Senhora) da Graça encontra seu fundamento no fato de Maria ser Mãe do verdadeiro Mediador, Jesus Cristo. Ela é a Mãe da fonte de toda a graça, o próprio Filho de Deus.

O título de Nossa Senhora da Graça é o mais antigo sob o qual Maria é venerada na Ordem Agostiniana, datando suas raízes no Capítulo Geral de 1284.

Já em 1410 havia confrarias sob esta devoção, tanto na Espanha quanto em Portugal. Os Agostinianos ajudaram muito a expandir esta devoção mariana e ela foi muito difundida especialmente no século XVI.

O século XVI foi uma época de expansão e crescimento da Ordem. Muitos conventos foram dedicados à Nossa Senhora Mãe da Graça.

A partir do século XVII a devoção passa a ser considerada como própria da Ordem de Santo Agostinho e os agostinianos chegaram até a ser chamados de "gracianos" por causa da relação filial com a Virgem da Graça.

A celebração litúrgica com Missa e Ofício próprios foi concedida no dia 2 de setembro de 1806 pelo Papa Pio VII a pedido do venerável José Bartolomé Menoquio, sacristão do Papa e Vigário Geral da Ordem.

No continente americano - a exemplo do resto do mundo onde os Agostinianos se faziam presentes - várias escolas, Igrejas e comunidades foram erigidas e colocadas sob a sua proteção.

A festa de Nossa Senhora da Graça tem sido celebrada em diversas datas segundo a interpretação dos liturgistas eclesiásticos de diversos tempos.

Atualmente a festa é celebrada no dia 8 de maio.

.....

 graca04

Maria é mãe 
de Jesus,
nosso Salvador
e fonte de toda 
a graça

.

Do momento em que 
o anjo saudou 
Maria, dizendo: 
"Ave, Maria, 
cheia de graça!
", 
a Virgem tornou-se
nossa Mãe da graça

.

.

graca05

 

Papa Pio VII

 

voltar ao topo

 linha 650

graca00c

.

No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado a uma cidade da Galiléia chamada Nazaré. Foi a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José, que era descendente de Davi. E o nome da virgem era Maria. O anjo entrou onde ela estava e disse:

"Alegra-te, cheia de graça! O Senhor está com você!"

Ouvindo isso, Maria ficou preocupada, e perguntava a si mesma o que a saudação queria dizer. O anjo disse:

"Não tenha medo, Maria, porque você encontrou graça diante de Deus. Eis que você vai ficar grávida, terá um filho, e dará a ele o nome de Jesus. Ele será grande, e será chamado Filho do Altíssimo. E o Senhor dará a ele o trono de seu pai Davi, e ele reinará para sempre sobre todos os descendentes de Jacó. E o seu reino não terá fim."

Maria perguntou ao anjo:

"Como vai acontecer isso, se não vivo com nenhum homem?"

..........

O anjo respondeu:

"O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com sua sombra. Por isso, o Santo que vai nascer de você será chamado Filho de Deus. Olhe a sua parenta Isabel: apesar de sua velhice, ela concebeu um filho. Aquela que era considerada estéril, já faz seis meses que está grávida. Para Deus nada é impossível."

 

Maria disse:

"Eis a escrava do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra."

 

E o anjo a deixou.

. . .

 

( Evangelho de Lucas 
1, 26-38 )

 

voltar ao topo


linha 650

 

 graca00d

Santo Agostinho é o doutor da graça. Mas não podemos nos intimidar por este título. Santo Agostinho foi um grande filósofo, um grande teólogo, um grande escritor. E também um grande pastor. Assim, muito embora ele seja considerado odoutor da graça, o que ele nos fala dela é relativamente simples.

 

O tema da graça é aquele que fala das ações de Deus no mundo. Isso é um ponto central na compreensão e na prática agostiniana do cristianismo.

 

A mais importante das formas de ação de Deus é a graça, isto é, a ação divina nos anjos e nos seres humanos pela qual eles são movidos - motivados - a conhecer e amar a Deus.

 

A graça é fundamentalmente a iluminação da mente pela Verdade divina, o Verbo de Deus, e o movimento da vontade pelo Amor divino, o Espírito Santo. Essa dinâmica divina toma muitas formas que se diferenciam pela condição de cada um: arrependimento, fé, oração, caridade, perseverança e glória. Conclusão: Deus age de muitas maneiras.

 

A doutrina de Agostinho sobre a graça serviu não somente como fundamento para o desenvolvimento da piedade cristã mas também para a construção da teologia da graça.

 

O pensamento de Agostinho, ainda que seja apresentado em termos filosóficos, teológicos e históricos, é radicalmente histórico.

Santo Agostinho desenvolveu uma bem elaborada analogia entre a história da humanidade e a vida dos seres humanos, desde a criação e a queda, passando pela lei e pela fé, até chegar à graça e à glória.

 

Não é nada diferente da própria dinâmica da História da Salvação que a Palavra de Deus nos apresenta. Isto é, as variadas formas com que Deus age hoje em nossa vida encontra seu equivalente na Bíblia. E a Bíblia nos convida insistentemente a sermos santos.

 

Na glória dos céus, o conhecimento e o amor de Deus que tem os santos e santas, são levados à uma plenitude que faz com que o pecado e as falhas sejam impossíveis. As almas estão, então, libertas do erro e da fraqueza, de forma que não podem pecar.

 

No Paraíso, todos os apetites e desejos estão ordenados ao amor de Deus. No céu os santos e santas recebem a plenitude da graça, o que os impede de pecar.

 

Tal glória e liberdade, segundo Santo Agostinho, são a realização da divina misericórdia de Deus e não a realização do esforço do ser criado.

...

Pensamentos 
de
Santo 
Agostinho
sobre 
a graça:

..

.

graca06

 .

.

.

 

graca07

.

.

.

 

graca08

 

voltar ao topo

linha 650

 

graca00e

 

Maria Catarina está entre as fundadoras da Igreja no Canadá durante seu florescimento espiritual.

 

Ela nasceu em Saint Saveur - perto de Cherbourg -, na França, no dia 3 de maio de 1632.

 

Batizada com o nome de Catarina de Longpre, ela aceitou os conselhos de João Eudes e tornou-se uma postulante no Hospital Hotel-Dieux.

 

. . .

 

Postulante é a pessoa vocacionada iniciando seu período de convivência na comunidade. Ela vive um tempo em que aprende sobre a comunidade religiosa e esta aprende sobre a pessoa vocacionada.

 

. . .

 

Com a idade de 12 anos vestiu o hábito das Irmãs Agostinianas Hospitalares da Misericórdia de Deus.

 

Quatro anos mais tarde, em 1648, Maria Catarina deixou a França para se tornar missionária para sua comunidade em Quebec, no Canadá.

 

Neste seu novo país ela resolveu viver e morrer estando a serviço dos pobres e enfermos.

 

Ela escondeu de todos uma doença debilitante que ela aceitou com paciência até sua morte com a idade de 36 anos.

 

Maria Catarina morreu no Canadá no dia 8 de maio de 1688.

...

graca09

A Beata Maria
Catarina nasceu
na França ...

.graca10


... e morreu

 

no Canadá,

 

onde foi missionária

..

.

.

.

.

 

.

 

graca11

 

 

linha 650

 

voltar ao topo