13 de maio: Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

socorro01

socorro00asocorro00b

 

 

...

A devoção à Virgem Maria sob o título de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro começou no século XV numa igreja sob os cuidados dos Agostinianos em Roma.

 

A devoção se difundiu por toda a Ordem Agostiniana.

 

A imagem mostra Nossa Senhora com seu Filho nos braços.

Clique aqui e veja a descrição completa da imagem de N. Sra. do Perpétuo Socorro

 

linha 650

socorro00c

 

A imagem original está no Altar Mor da Igreja de Santo Afonso, bem próximoa da Basílica de Santa Maria Maior, em Roma. A imagem da Virgem, pintada sobre madeira, mostra a Mãe com o Menino Jesús. Não se sabe o nome do autor da pintura.

Os escritos mais antigos sobre a imagem foram registrados em latim e italiano numa placa colocada na igreja de São Mateus Apóstolo onde ela foi primeiro venerada pelo público em 1499. A história começa, então, um pouco antes.

Um comerciante que estava viajando da Ilha de Creta para Roma conseguiu uma pintura de Virgem Maria que mais tarde veio a ser conhecida como Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

 

O comerciante era um homem muito piedoso e devoto da Virgem Maria e resolveu impedir que o quadro da Virgem fosse destruído - como já havia acontecido com tantos outros. Com esse propósito, ele decidiu levar a pintura para a Itália.

 

O comerciante embarcou num navio que o levaria a Roma. No meio do caminho veio uma tormenta violenta e todos a bordo esperaram o pior. O comerciante tomou o quadro de Nossa Senhora, sustentou-o com seus braços no alto e pediu socorro.

 

A Santíssima Virgem respondeu à sua oração com um milagre: O mar se acalmou e a embarcação chegou a salvo no porto de Roma.

 

O comerciante tinha um amigo em Roma e decidiu passar uns tempos com ele antes de seguir adiante. Com muita alegria ele mostrou o quadro ao amigo e disse que algum dia o mundo inteiro renderia homenagem à Nossa Senhora.

 

Passado um tempo o comerciante ficou gravemente doente. Ao sentir que seus dias estavam contados, chamou seu amigo e, em seu leito, rogou a ele que prometesse que, depois de sua morte, colocaria a imagem da Virgem em uma igreja para que fosse venerada publicamente. O amigo aceitou a promessa.

 

O comerciante morreu e seu amigo levou o quadro para casa. A esposa deste amigo do comerciante gostou tanto da imagem que se recusou a entregá-la conforme o combinado e não permitiu que a imagem saísse de sua casa. E assim o amigo do comerciante não pode cumprir sua promessa.

 

Passado mais um tempo, a mulher ficou viúva e resolveu concretizar a promessa que o marido havia feito. Ela se perguntava em qual igreja deveria colocar a pintura. Foi quando o céu se rompeu: a Virgem apareceu à sua filha e lhe disse que a imagem deveria ficar entre a basílica de Santa Maria Maior e a de São João de Latrão. A igreja era exatamente a de São Mateus Apóstolo.

 

A senhora viúva mais do que depressa foi contar o ocorrido ao prior dos Agostinianos. Os freis agostinianos eram os encarregados da igreja. Ela lhe contou as circunstâncias relacionadas ao quadro. Então a pintura foi levada à igreja em procissão solene no dia 27 de março de 1499.

 

No caminho da residência da viúva até a igreja, um homem tocou a pintura e um braço que ele tinha e que estava paralisado ficou curado.

 

A imagem foi colocada sobre o Altar Mor da igreja, onde permaneceu e onde Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi venerada por 300 anos.

 

Em 1798 o governador de Roma ordenou que diversas igrejas em Roma fossem fechadas e destruídas. A Igreja de São Mateus Apóstolo foi uma delas. Os freis Agostinianos levaram a imagem para uma igreja próxima: Santo Eusébio. Depois disso a imagem foi tranferida para um altar lateral em outra Igreja: Santa Maria Posterula.

 

O Papa Pio IX instaurou uma Casa Mariana para que a imagem pudesse ser venerada em Roma. A imagem foi levada para um local onde antes estava a igreja de São Mateus Apóstolo - a mesma que já havia abrigado a pintura. Só que ninguém sabia disso na época.

 

Uma vez que os rumores começaram a surgir sobre a imagem ter voltado para seu lugar de origem, uma pequena igreja foi construída ali mesmo e o lugar se tornou um santuário mariano. É a Igreja Santo Afonso.

 

 

Venerada por todos de Roma como um pintura verdadeiramente milagrosa, ela serviu como meio de incontáveis milagres, curas e graças.

 

Não só Roma, mas em todo o mundo a imagem tem sido venerada. Hoje em dia a imagem é bastante conhecida e venerada em muitos lugares. Católicos do mundo inteiro oram à Virgem Maria sob o título de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro para que ela interceda por eles em nome de seu Filho Jesus Cristo.

 

 

 

.......... 

 

socorro02 

Primeiro a imagem
foi levada 
da ilha de Creta
até a Itália
por um devoto
comerciante ...

.

.

.

.

 

.

.

socorro03

 

... onde permanece
até hoje. 
Há alguns relatos 
que afirmam 
que a imagem 
passou primeiro 
por Palermo 
antes de chegar 
ao seu destino 
final: Roma.

.

.

.

.

.

 

.

socorro04

 

 

O Papa Pio IX,
juntamente com
os Agostinianos,
ajudou a propagar
a veneração 
à Virgem 
sob o título de 
Nossa Senhora 
do Perpétuo Socorro.

.

.

.

 

.

socorro05

 

.

.

.

 .

.

 

.

socorro06

linha 650

socorro07

.

.

.

.

.

 

.

 

.

 

.

 

.

 

 

socorro08

...

 

socorro00d

 

A imagem tem várias versões. Compare a descrição desta primeira com a imagem que se encontra mais abaixo, na qual estão bem visíveis as letras em grego, logo abaixo dos Arcanjos.

 

A pintura mostra a Bem-aventurada Virgem Maria usando um vestido vermelho escuro debaixo de um manto e um véu azuis.

 

À esquerda está Miguel Arcanjo. Ele carrega uma lança e uma esponja simbolizando (instrumentos na Paixão do Senhor) a morte do Salvador na Cruz.

 

À direita está o Arcanjo Gabriel. Ele carrega uma cruz e pregos. Novamente, símbolos da Paixão de Jesus Cristo.

 

Maria está apontando - com a mão - para seu filho. A expressão facial da Virgem Maria é solene e ela está olhando diretamente para a pessoa que observa a pintura, ao invés de estar olhando diretamente para Jesus.

 

As letras iniciais gregas (logo abaixo dos Arcanjos) são para as seguintes palavras, respectivamente:

·         Mão de Deus

·         Miguel Arcanjo

·         Arcanjo Gabriel e

·         Jesus Cristo

Na versão acima, Jesus está como que se agarrando à sua mãe e sua sandália está escorregando do pé, caindo. Isso indica a ajuda que podemos obter através das graças alcançadas por Sua Mãe.

 

A pintura tem um fundo em cor ouro.

 

Nossa Senhora, 


Mãe do Perpétuo Socorro, 


rogai por nós!

 linha 650