19 de maio: Beatos Clemente de Ósimo e Agostinho de Tarano

clemagos00a

clemagos01

Beato
Clemente
de Ósimo

...

clemagos02

Beato
Agostinho
de Tarano

...

clemagos03

Ambos os beatos
são contemporâneos
e conterrâneos
da Itália

Ambos foram líderes da Ordem Agostiniana.

Clemente era conhecido pelo seu espírito de caridade, seu amor pela simplicidade e pelo modo próprio de ser agostiniano.

Agostinho era conhecido pela sua humildade, seu zelo pela observância da vida religiosa e seu amor à contemplação.

linha 650

clemagos00b

..............................................................

clemagos00c

.....................................................................

Ambos ocuparam o cargo de Prior Geral da Ordem quando esta estava em seu início. Obra conjunta dos dois beatos foi a revisão das Constituições da Ordem. Tal feito os tornou célebres na história da Ordem. Seu culto foi confirmado por Clemente XIII: o do beato Clemente em 1759 e o do beato Agostinho em 1761.

Clemente de Ósimo foi contemporâneo de São Nicolau de Tolentino e os dois tinham em comum a caridade para com os pobres e necessitados.

 

Provavelmente, Clemente de Ósimo pertenceu à Congregação dos Eremitas de Bretino, um dos grupos que se juntaram à Ordem na Grande União de 1256.

 

O beato Clemente nasceu em Ósimo. Foi Provincial da Província de Marca de Ancona e Prior Geral por duas vezes:

1-) de 1271 a 1274 e
2-) de 1284 a 1291.

 

Foi no domingo de Pentecostes de 1271 que ele foi eleito o terceiro Prior Geral da Ordem Agostiniana.

 

Durante seu termo como Geral ele visitou muitas casas da Ordem, não somente na Itália mas também na França. Ele também participou do Segundo Concílio de Lion em 1274.

 

Ele renunciou ao cargo de Geral em 1274 para levar uma vida mais calma. No entanto, em 1284 ele foi eleito novamente Prior Geral, desta vez por unânimidade. Ele permaneceu no cargo até morrer.

 

Foi durante o Capítulo de 1284 que frei Clemente assumiu a responsabilidade de presidir a revisão das Constituições dos Agostinianos e suas leis. Para essa tarefa ele contou com a assistência do frei Agostinho de Tarano. Desde então o nome dos dois estão associados.

 

O esforço combinado dos dois resultou nas Constituições de Ratisbona - como é conhecida - que guiou a Ordem em sua legislação até o Concílio de Trento.

 

Ele distinguiu-se também pela caridade fraterna, espírito de pobreza e mansidão. Ele amava ajudar os pobres.

 

Além disso, o frei Clemente foi um grande promotor dos estudos na Ordem e incentivou o espírito de unidade e universalidade também entre os novos membros da Comunidade.

Ele encorajava os freis a estudarem para se aprimorarem academicamente. Ele mesmo fundou 5 escolas para facilitar tal empreitada. Ele também apoiou a construção de bibliotecas.

 

Outra coisa que ele fez foi promover a fundação de casas agostinianas para mulheres.

 

Frei Clemente morreu no dia 8 de abril de 1291. A fama de sua santidade e o extraordinário número de pessoas que foram demonstrar sua admiração fez com que o Papa Nicolau IV ordenasse o atraso de algumas semanas para o seu enterro.

 

Por muito tempo seus restos mortais permaneceram na igreja de Santo Agostinho em Roma.

 

No dia 4 de maio de 1970 eles foram solenemente transportados para a Cúria Geral da Ordem de Santo Agostinho. E lá permanece até hoje.

...

clemagos04

São
Nicolau
de Tolentino,
agostiniano

.

.

clemagos05

Papa
Clemente XIII

.

.

clemagos06

.

.

Um Concílio
é uma reunião
de autoridades
eclesiásticas
com o objetivo
de discutir e
deliberar 
sobre
quetões
pastorais,
de doutrina,
fé e costumes

.

.

clemagos07

Beato 
Clemente
de Ósimo

.

.

O Concílio
de Trento
durou de
1545 
até 1563

.

.

clemagos08

Beato
Agostinho
de Tarano

.

.

clemagos09

Papa
Nicolau IV

 

...

Agostinho de Tarano, cujo nome de batismo é Mateus Novello, nasceu em Tarano e estudou Direito na universidade de Bolonha e adquiriu o doutorado em lei civil e canônica (leis da Igreja).

 

Ele fazia parte da corte do rei Manfredo da Sicília mas resolveu entrar para a vida religiosa durante uma batalha na qual seu rei perdeu a vida.

 

Frei Agostinho distinguiu-se pela humildade, pelo zelo, pela observância religiosa e pelo amor à contemplação no retiro da vida comunitária.

 

Ele ingressou na Ordem como irmão não clérigo - sua intenção não era ser sacerdote -, escondendo sua cultura e posição social por humildade. Foi quando ele mudou de nome e escolheu um nome bem agostiniano.

 

Foi o amor à justiça e à comunidade que frustrou seus planos de manter em segredo seu status anterior ao ingresso na Ordem. Quando ele foi defender a Ordem numa disputa judicial por propriedade, um colega advogado o reconheceu e assim sua fama foi descoberta.

 

Quando Clemente de Ózimo, já como Prior Geral, soube das qualidade de frei Agostinho, fez com que ele se ordenasse sacerdote e o escolheu para trabalhar nas revisão das Constituições da Ordem em Roma. Além disso, ele foi nomeado penitenciário da corte pontifícia, a Cúria Romana.

 

. . .

 

Penitenciário é aquele que impõe penitência

 

. . .

 

Em 1298 ele foi eleito Prior Geral, contra sua vontade. Renunciou em 1300 e retirou-se ao convento de São Leonardo, perto de Siena, para se tornar um eremita.

. . .

 

Eremita: pessoa que vive em lugar deserto para aprofundar sua espiritualidade, o contato com Deus e consigo mesmo.

. . .

 

Ele passou o resto de sua vida vivendo no mosteiro, mas não afastado de seu amor pelo trabalho em favor do reino de Deus.

 

Frei Agostinho de Tarano ajudou os habitantes do local e das regiões vizinhas. Ele teve um papel importante na fundação do hospital de Siena e foi o responsável pela composição de uma série de orientações para a comunidade do hospital.

 

Ele morreu em Siena no dia 19 de maio de 1309 ou 1310. Seus restos mortais ficaram por um longo tempo na Igreja de Santo Agostinho, em Siena. Mais tarde eles foram transladados para onde agora estão preservados, em Termini Imerese na Sicília.

 linha 650

.

V  O  C  A  B  U  L  Á  R  I  O

.

Geral (ou Prior Geral)

É a autoridade suprema de uma Ordem Religiosa. Seus deveres estão relacionados ao bem-estar de toda a Comunidade e estão claramente definidos nas Constituições. O Prior Geral e seu Conselho tomam decisões que afetam toda a Ordem.

..........

.

Constituições:

É um documento que dá corpo ao carisma de uma Ordem Religiosa e estabelece normas que governam sua vida e suas atividades. As Constituições devem ser aprovadas pela Santa Sé e modificadas somente pelo Capítulo Geral.

.

Provincial 
(ou Prior Provincial)

É o responsável regional cuja
autoridade e serviço se extende a todas as casas de uma Província. Seus deveres estão claramente definidos nas Constituições.

 

.

Capítulo:

Reunião que avalia o andamento de uma Comunidade Religosa, faz recomendações para seu futuro e elege mudanças para um melhor funcionamento de sua finalidade. Há vários tipos de Capítulo; dois deles são o Provincial e o Geral.

.

A Grande União:

Em 1256 aconteceu a Grande União, o que resultou na Ordem dos Agostinianos em sua existência moderna. O Papa Inocêncio IV uniu em uma comunidade de casas inter-dependentes vários grupos de vida monástica que até então eram juridicamente independentes. Estas pequenas comunidades já viviam segundo os ideais de Santo Agostinho e até seguiam sua Regra de Vida.

linha 650

.

clemagos00d clemagos00e

Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados para a salvação, de acordo com o projeto de Deus. Pois aqueles que Deus contemplou com seu amor desde sempre, a esses ele predestinou a serem conformes à imagem de seu Filho, para que este seja o primogênito numa multidão de irmãos. E aqueles que Deus predestinou, também os chamou. E aos que chamou, também os tornou justos; e aos que tornou justos, também os glorificou. (Carta aos Romanos 8, 28-30)

..........

Enviai, Senhor, o espírito de amor que animou os beatos Clemente de Ósimo e Agostinho de Tarano na revisão das leis e no governo da Ordem Agostiniana para que, com seu exemplo, cumpramos vossos mandamentos, não por temor do castigo, mas por amor à justiça.. 

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. 
Amém.

linha 650