13 de novembro: Todos os Santos da Ordem

todosantos00a
todosantos01 ...

No dia do nascimento de Santo Agostinho, a Ordem celebra festivamente todos aquele que se santificaram seguindo a Cristo na espiritualidade agostiniana.

 

São homens e mulheres que, seguindo a Cristo como Agostinho,

 

"combateram o bom combate,

terminaram a carreira, guardaram a fé,

alcançaram a coroa da justiça" 

(2Tm 4,7s)

linha 650

Texto para reflexão:

 

 

Dos Prólogo 


das Crônicas


de Nosso Pai Santo Agostinho,


de Santo Aloso de Orozco

 

 

Nós, que professamos os dogmas sagrados de Jesus Cristo, nosso Salvador, veneramos sinceramente o Espírito Santo nos seus santos e, inflamados no zelo de Deus, celebramos os triunfos dos santos.

 

É conveniente recordar as virtudes dos varões santos e ilustres da nossa Ordem com diligente preocupação. Na verdade, que coisa mais agradável para nós? Que coisa mais sagrada poderia acontecer que trazer à memória a vida dos antigos Padres? Por isto compraz-nos aduzir a frase dos Macabeus: Lembrai-vos como foram salvos nossos pais; agora clamemos ao céu e o Senhor terá piedade de nós.

 

Realmente, os antigos Padres de nossa Ordem lutaram dia e noite o bom combate, de tal forma que, não só desprezaram voluntariamente a posse de riquezas passageiras, ardendo no fogo da caridade, mas venceram também as ciladas da austera serpente, assim como dominaram os incentivos da carne, já pela oração assídua, já pela rigorosa austeridade de vida.

 

Eis como alcançaram a salvação eterna os religiosos e magníficos combatentes de nossa Ordem. Eis, como com quanto esforço, desprezando as coisas temporais e deixando de lado as riquezas mundanas, conseguiram nossos Padres o prêmio do reino celestial.

 

Não são estes porventura aqueles que estão descritos tão admiravelmente na Carta aos Hebreus: Os santos submeteram reinos pela fé, praticaram a justiça, alcançaram as promessas?

 

Armados com a espada da fé, com ânimo inquebrantável levaram a bandeira de Jesus Cristo e a Cruz do Senhor nos próprios ombros. Com efeito, nosso bom Deus jamais tirou sua proteção de nossa Ordem. Constantemente distribuiu suas graças com magnanimidade.

 

Entre estas graças vêm em primeiro lugar plêiades de santo e iluminares no firmamento e que refletem o brilho ímpar de Santo Agostinho. Daí os ramos frondosos que brotam daquela árvore maravilhosa e que se estendem admiravelmente todos os dias.

 

Ó verdadeiramente bem-aventurado varão e grande Pai Agostinho, a quem Cristo dignou-se ter em tão grande estima que é Doutor da santa Igreja e Pai de tantas famílias religiosas!

 

Contemplemos a vida de tão grande Pai e as virtudes de seus filhos e imitemos sua admirável humildade, sua inquebrantável fortaleza, sua firme esperança e sua ardente caridade. Os brilhantes exemplos dos santos são um refúgio seguro para nós.

 

Aproximando-nos deles teremos grande proveito.

. . . . .

 

Oração: Ó Deus, fonte de santidade, que fizestes brilhar nos santos de nossa Ordem as maravilhas da vossa graça multiforme: concedei-nos que, em comunhão com os irmãos que já chegaram à pátria celestial, desejemos cada vez mais a união com Jesus Cristo, caminho, verdade e vida.

 

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, que vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo. Amém. 
.
..........

 todosantos02

Para acessar
a postagem
do santo
Alonso
de Orozco,
clique aqui

.

todosantos03

Clamemos
aos 
céus
e o 
Senhor
terá 
piedade
de nós

.

todosantos04

"Nosso
bom Deus
jamais 
tirou 
sua 
proteção 
de nossa 
Ordem. 
Ele sempre
distribuiu 
suas graças 
com 
magnanimidade"

Santo 
Alonso 
de Orozco

.

 

"Os brilhantes 
exemplos 
dos santos 
são um 
refúgio 
seguro 
para nós"

Santo 
Alonso 
de Orozco

linha 650